Nossa Missão "Promover a sustentabilidade ambiental no planeta através de iniciativas de pesquisa e educação."

Projeto Monitoramento de Cetáceos (PMC) / Projeto Talude

Projeto Monitoramento de Cetáceos/Projeto Talude (PMC-Talude) tem como meta monitorar as populações de cetáceos (baleias e golfinhos) que habitam o talude continental no sul e do sudeste do Brasil. Talude continental é a denominação dada à região externa à quebra da plataforma continental onde existe uma acentuada declividade do fundo do oceano. Nessa região, a profundidade aumenta de 200 para mais de 1500 metros em apenas alguns quilômetros (figura abaixo). O talude continental faz parte da zona econômica exclusiva brasileira (ZEE) e é muito importante tanto para a indústria pesqueira e, mais recentemente, para a indústria de exploração de petróleo e gás natural.talude

O ecossistema associado ao talude vem sofrendo uma série de impactos antrópicos causados, principalmente, pelas atividades pesqueiras, que é responsável pela redução de importantes estoques pesqueiros comercialmente explorados. Entre outros potenciais impactos estão as atividades de prospecção sísmica e de plataformas de perfuração para extração petrolífera, eEntretanto, pouco ainda se sabe como essas ações afetam o ecossistema marinho. Existem indicativos de que os impactos podem ter efeitos diretos ou indiretos sobre a distribuição e abundância de muitos organismos, os quais podem alterar as relações tróficas da cadeia alimentar dos oceanos.

Por ser uma área relativamente remota poucos foram os estudos científicos realizados no talude brasileiro. Portanto, através deste projeto pretende-se adquirir informações inéditas sobre a ocorrência, densidade e movimentos de espécies de baleias e golfinhos que ocorrem na região do talude.

PMC-Talude foi criado através de uma parceria do Instituto Aqualie e do Instituto de Oceanografia da Universidade Federal do Rio Grande (FURG) e é patrocinado pela BG Brasil e Chevron Brasil.